É pelo amor aos pobres…

Por Hermes Fernandes

Ser comprometido com os pobres não é só deixar a barba crescer e usar um anel preto, o anel de tucum. Não é ser leitor assíduo dos teólogos progressistas. Nem mesmo, dizer-se engajado.

Ser comprometido com os pobres não é se dizer da Igreja da Base. Nem mesmo lutar contra todo e qualquer sinal da Tradição da Igreja. Não é debochar dos conservadores, rotulando-os; ou chamar de alienado todo e qualquer sinal de devoção popular.

Ser comprometido com os pobres está além de símbolos e teologias. Este compromisso está embasado, encrustado no Evangelho. O que faz de mim, de você, de nós; comprometidos com os que sofrem é o amor que se infere do Evangelho. Fazendo dele carne, em nossa própria carne.

Não é um anel, uma marca estética, livros que se lê ou indica. A Igreja da Libertação não quer liberdade, quer libertar. Não é livrando-se da tradição, das devoções, rejeitando seu jeito de ser; que pode chegar a ser mais concomitante com o Evangelho. É pelo amor. Amor que se dedica aos pobres. Sentimento que impele à misericórdia e à profecia. Amar aos pobres, acima de nossos sonhos de ascensão social, carreira, ideologias. Amar aos pobres, socorrendo-lhes em suas necessidades, denunciando seus direitos vilipendiados.

Misericórdia e Profecia: síntese do caminho de um Cristianismo verdadeiramente Libertador. Quando entendermos que devemos ser misericordiosos como nosso Pai é misericordioso (cf. Lc 6,36) e – também – que devemos evangelizar os Pobres, anunciando a libertação aos Cativos e o Ano da Graça do Senhor (cf. Lc 4, 18ss); estaremos fazendo com que o Reino de Deus seja uma realidade, aqui e agora.

É pelo amor aos pobres, amor sustentado pela fidelidade ao Evangelho, que se constrói uma Igreja Libertadora. Pobre, livre, terna e fraterna. Igreja de Jesus.

4 comentários em “É pelo amor aos pobres…

Adicione o seu

  1. Que lindo texto e bela reflexão a beleza de viver um ideal nós passos de São Francisco e muito gratificante, parabéns irmão pelo texto.

    Curtir

    1. Frei,

      Muito obrigado por suas palavras amigas. Permaneçamos fiéis ao chamado de amar a Deus na pessoa dos pobres. Só assim seremos verdadeiros semeadores do Evangelho.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: